Category Archives: SEO

[INTERNET] 10 razões para as pessoas deixarem de lhe seguir no Twitter

Siga me no Twitter

Se você já usa twitter há algum tempo, provavelmente já levou um “unfollow” de alguém. E se você não liga para isso, está mentindo. Alguns chegam até e usam aplicativos como o who.unfollowed.me.

Antes de qualquer coisa, perder um seguidor ou outro é comum no Twitter. Às vezes eu sigo alguém esperando algo, mas o resultado acaba sendo bem diferente. Ok. Aquela pessoa twitta coisas interessantes, mas não para mim. E é isso o que torna essa ferramenta tão fantástica. Por mais que você siga centenas de pessoas, elas praticamente falam as mesmas coisas: falam sobre seus interesses.

Mas se você representa uma empresa e de repente seus seguidores começaram a cair numa taxa alta, é possível que você esteja cometendo algum erro sério. Abaixo eu listo as 10 principais razões que levam as pessoas a darem unfollow nas outras:

1. Você não está dizendo nada.
Tal qual falar é diferente de dizer, twittar também é diferente de dizer. Muitas vezes as pessoas podem falar sem dizer nada. O mesmo ocorre com um tweet: tenha conteúdo. O velho dita ainda vale no meio digital: se é para falar besteira, é melhor ficar calado. Você não precisa twittar dezenas de vezes ao dia, basta manter um ritmo e ser oportuno.

2. Você sumiu.
Muitas pessoas começam a twittar com freqüência. Fazem dezenas de tweets num único e dia e, de repente… puff! Somem. Depois de uns 15 dias voltam a twittar muito e, sem motivo aparente, somem novamente.  Essas pessoas que não mantém um ritmo de postagens são mais propensas a receber unfollow. Como o twitter é uma ferramenta de comunicação praticamente instantânea, você deve aparecer sempre que possível, garantindo que seja sempre visto pelos seus seguidores.

3. Você é egocêntrico.
“Eu fiz isso… Eu fiz aquilo… Vejam MEU post no MEU blog com MEU ponto de vista…” Okay, você só sabe falar sobre você mesmo. A menos que você seja uma celebridade, cedo ou tarde, as pessoas se cansaram de você. Lembre-se que a internet é uma comunidade global. Traga para seus seguidores informações relevantes de fora, conte como você vê o mundo, não o SEU mundo. Se você tem um blog, evite ficar twittando o tempo todo sobre ele. Twitte sobre outros blogs semelhantes, sobre notícias. Seja variado, mas sem fugir da sua área de interesse, é claro.

4. Você é chato.
Ok. Talvez você seja legal (pessoalmente), mas seu twitter é um saco. Pessoas chatas geralmente twittam a cada 5 segundos e seus conteúdos são extremamente banais (uma versão ainda pior do “você não está dizendo nada). Se for para twittar a todo momento, seja engraçado, traga conteúdo, seja relevante.

5. Seus seguidores são, na verdade, robôs.
É, desculpe-me desapontá-lo. Seus seguidores não eram exatamente… humanos. Se você já tem uma conta de twitter há mais de um ano, reparará que de tempos em tempos você é “invadido” por várias contas robôs que começam a lhe seguir. Essas contas se aproveitam do efeito followback, esperando que você as siga de volta. E, bem, se você não as segue de volta, elas lhe dão unfollow – e algumas são ainda mais sacanas: mesmo que você as siga, em algum momento elas lhe darão unfollow do mesmo jeito. Não se preocupe com isso. Ces’t La vie.

6. VOCÊ é o robô
Pessoas que usam aplicativos para twittar mensagens prontas e não interagem com as pessoas. Essas contas tem um índice altíssimo de follow to unfollow, ou seja, de pessoas que seguem e, ao perceberem que a conta não interage, deixam de seguir. Qual é! Já estamos saturados de mecanismos frios, queremos pessoas em suas contas de twitter.

7. Você está ofendendo as pessoas.
Época eleitoral é um momento daqueles que você perde seguidores “de graça” por dar sua opinião política. Se você  que realmente dar sua opinião sobre algum tema polêmico, evite o twitter. Seus poucos caracteres não serão o suficiente para sustentar seu ponto de vista e isso pode ofender pessoas e, conseqüentemente, reduzir seu número de seguidores. Mas se esse tweet é mesmo muito importante, então vá enfrente: twitter por sua própria conta e risco, entendendo que você pode perder alguns followers.

8. Você está ofendendo as pessoas[2].
Cuidado com o conteúdo que você coloca na rede. Twittar sites de pornografia, “brincadeirinhas” de mal gosto, xingamentos e ofensas públicas podem fazer seus seguidores voarem para longe. Mantenha o tom dentro do twitter. Se alguém lhe ofendeu diretamente, leve a briga para as mensagens diretas, não discuta no twitter. Nada mais chato que ver alguém falando em caixa alta e se repetindo várias vezes.

9. Você mudou de foco.
Nada mais natural. As pessoas são assim: estão em constante mudança. E a nossa sociedade midiática só aumenta isso. As pessoas constroem novas identidades a todo o momento. Se você defendia teoria X e agora defende teoria Y, é normal que você perca muitos seguidores. Não se desespere, os seguidores velhos vão, mas os novos vão chegar – acredite na profecia!

10. Você está usando o Twitter como MSN.
Seu último tweet interessou bastante um dos seus seguidores. E ele começa a conversar com você. E você responde. E o papo continua até altas horas. Legal. Mas não para quem está fora da conversa. Imagine só a seguinte situação: você convida seu amigo para uma festa, mas quando chega lá você começa a conversar com uma 3ª pessoa e deixa-o de fora. Ele não vai curtir, certo? Vai lhe dar unfollow. Use as mensagens diretas quando perceber que a conversa se estendeu para mais do que um tweet. Lembre-se que quando você começa um tweet com um @, somente os amigos em comum entre vocês dois verão a conversa, isso já reduz consideravelmente o atrito com seus outros seguidores.Se não for suficiente, troquem e-mail, MSN, skype, continuem a conversa fora do twitter.

Siga o @tiago_nogueira no twitter (Criador do Texto).
Siga a @oldstone_ no twitter

Fonte: Web Dialogos

Anúncios

[SEO] Google lança e-book sobre SEO

Google lança apostila de SEO
Foi lançado, no blog do Google Webmasters Central, um e-book de SEO para iniciantes chamado Google Starter Guide. Através desta iniciativa, a equipe do Google espera que principiantes em SEO possam utilizar este guia como ponto de partida para aprenderem a otimizar e melhorar seus sites.
O e-book vem em formato PDF, contém 22 páginas e aborda os seguintes itens:
*  Títulos das páginas
*  Meta Description
*  Estrutura de URLs
*  Navegação
*  Criação de conteúdo de qualidade
*  Texto âncora (anchor text)
*  Heading Tags
*  Otimização de imagens
*  Robots.txt
*  Utilização de rel=”nofollow”
*  Webmaster Tools
*  Analytics
Faça o download aqui
Fonte:  SEOMASTER

[Google] Confira a Lista Dos 1000 Sites Mais Visitados Do Mundo

Lista dos 1000 sites mais visitados

Lista dos 1000 sites mais visitados

Em Julho, a Google anunciou a sua lista de 1000 sites mais visitados, segundo os relatórios mensais do blog oficial do AdWords.

A lista dos 1000 sites não conta com sites adultos e alguns sites da própria Google, e ainda conta com a ascensão dos sites de mídias sociais comparado a meses anteriores.

Confira este TOP 1000:

Ranking –           Site

1º                    –          facebook.com

2º                    –         yahoo.com

3º                    –         youtube.com

4º                    –         live.com

5º                    –         wikipedia.org

Veja mais: http://www.google.com/adplanner/static/top1000/

Fonte: Google

[Web Design] Regras do HTML e Dicas para Otimização de Sites

Otimização de Sites
Otimização de Sites

Se você quer o seu site bem estruturado, desenvolvido nos padrões da Internet e bem posicionado nos mecanismos de busca, é necessário muito trabalho e paciência, e ai vão algumas regrinhas e dicas básicas para começar a trabalhar bem o SEO em seu site:

– No HTML tags como <hr> <img> e <br> devem ser fechadas com  da maniera correta: <hr/> <img/> e <br/>

– No HTML utilize as tags Strong <strong>Negrito</strong> e Emphasis<em>Italico</em> ao invés das tags <b></b> e <i></i> para palavras que você queira colocar em negrito ou itálico, apesar de o resultado para os usuários ser o mesmo, os mecanismos de busca atribuem um peso maior para as tags <strong> e <em>

– No HTML sempre use o atributo “alt” em suas imagens, por exemplo:
<img src=”imagem1.jpg” alt=”Legenda Correspondente a Imagem”>, estas legendas serão útil quando a imagem parecer quebrada, e também para a melhor compreensão dos mecanismo de busca.

– No HTML também nunca é demais usar o atributo title nos links, apesar de não ser tão vital quanto o alt nas imagens, é importante também sempre coloca este atributo nos links, por exemplo:
<a href=”http:www.google.com” title=”Link para o Site do Google”>Google</a>

– No CSS Sempre use os códigos em um documento externo, por exemplo format.css e depois chame ele em todas as suas páginas:
<link rel=”stylesheet” type=”text/css” href=”format.css” />
evita inserir códigos CSS diretamente nos documentos HTML (inline ou no cabeçalho), a menos que seja muito necessário, desta maneira além da manutenção se tornar mais rápida e eficiente, seu código ficará mais “clean” para os mecanismo de busca.

– Na criação das URL’s sempre prefira o Hifen(-) ao invés do Underline (_), pois se você cria uma URL com (_)
os mecanismo de busca entenderão como uma frase só, exemplo:
http://www.seusite.com.br/quem_somos.php – Os mecanismo de busca entenderiam: Quemsomos
agora se você colocar:
http://www.seusite.com.br/quem-somos.php – Os mecanismo de busca entenderiam: Quem Somos

– Antes de criar as palavras-chaves de cada página em seu site faça um estudo, usando as ferramentas:
https://adwords.google.com/select/KeywordToolExternal
http://freekeywords.wordtracker.com
http://www.google.com/trends

– Crie um Mapa do Site em XML e coloque no seu site, este arquivo irá dizer quantas páginas tem em seu site, qual a importância de cada página e com que frequência elas são atualizadas. aprenda a fazer um mapa em XML neste link: http://torradeira.net/criando-um-sitemap-sitemapxml-para-enviar-ao-google/

– Com a criação de padrões da W3C, existem vários padrões que você pode escolher, e por isso existe a Tag Doctype, ela informa ao browser (navegador) qual padrão você está usando. aprenda a usar a tag Doctype neste link: http://www.mariosam.com/internet/dicas-de-programador/html-usando-o-atributo-doctype-corretamente

– Avise ao principais mecanismo de busca sobre o seu site, adicionando sua URL nos sites de busca:
Google: http://www.google.com.br/intl/pt-BR/add_url.html
Yahoo: http://search.yahoo.com/info/submit.html
Bing: http://www.bing.com/docs/submit.aspx?FORM=WSUT

Obs: Avise apenas 1 vez, caso faça várias vezes pode acabar sendo desconsiderado e banido.

Fazer SEO em um site é algo que não acaba, você tem sempre que estar se atualizando, também requer paciência e tempo, para começar siga estas regras e dicas, já é um bom começo.

Confira nossa matéria de Razões para investir no SEO

Old Stone  Otimização de Sites

http://www.oldstone.com.br/otimizacao-de-sites.php